3º Fórum + Segurança expõe falhas no combate à violência e busca alternativas

DSC_0337

A ONG Brasil Sem Grades e a Associação do Ministério Público do Rio Grande do Sul promovem no dia 4/6, das 8h30 às 17h, o 3º Fórum Mais Segurança, que ocorrerá no Palácio do Ministério Público (Praça Marechal Deodoro, n° 110, Térreo, Centro Histórico, Porto Alegre/RS). O evento é aberto ao público e as inscrições podem ser feitas gratuitamente pelo site brasilsemgrades.org.br.

O tradicional evento retorna para sua terceira edição com o intuito de apontar caminhos para o atual cenário da segurança pública no Brasil, valendo-se sobretudo dos principais acontecimentos recentes e contando com a presença de especialistas das áreas jurídica e criminal em uma programação dinâmica.

O painel de abertura abordará o tema A impunidade em números, apresentando os dados e aspectos que refletem a atual situação enfrentada no país. A condução será dos procuradores de Justiça Marcelo Rocha Monteiro e Flávia Ferrer (Rio de Janeiro) e do promotor Bruno Carpes (Rio Grande do Sul).

Roberto Motta, consultor e ativista ligado a causas de desenvolvimento social e com forte ligação ao tema segurança pública, especialmente no Rio de Janeiro, palestrará no fim da manhã sobre o tema Que país é este? Atuante no meio digital, ele já acumula mais de 7,5 milhões de visualizações em seus posicionamentos.

À tarde, o terceiro painel do evento será focado em mostrar alternativas para o enfrentamento e contenção da violência, a partir de cases de sucesso em grandes cidades brasileiras. O coronel Eduardo de Oliveira Fernandes (Polícia Militar de São Paulo) será um dos protagonistas do debate, ao lado do promotor Leonardo Cuña, do Ministério Público do Rio de Janeiro.

Para o presidente da ONG Brasil Sem Grades, Luiz Fernando Oderich, o evento busca lançar soluções para os problemas que já estão postos no país, mas que encontram resistência em determinadas instâncias. “As falhas estão reveladas diante de todos nós, mas ainda assim não conseguimos sair desse sistema enfraquecido e ineficiente. O ano de 2018 é crucial para o que queremos ser enquanto nação. Nós vamos apertar todas as feridas e mudar esse quadro de insegurança. Custe o que custar”, argumenta.

Segundo o presidente da AMP/RS, Sérgio Harris, o Fórum + Segurança vem se notabilizando como um espaço para a análise de um dos principais problemas que assola o País e preocupa toda a sociedade.”Nesse espaço, pretendemos não apenas discutir os números e estatísticas que demonstram a realidade dessa violência que vem se alastrando e se agravando a cada dia, mas buscar alternativas. Essa tarefa não é fácil, e o problema não se resolve do dia para a noite. Mas a melhor opção que temos é discutir com profundidade e ouvir as impressões de algumas das maiores autoridades do setor, que têm muito a contribuir para o nosso propósito”, completa.

 

PROGRAMAÇÃO

8h30: Credenciamento
9h15: Abertura oficial
10h30: Painel A impunidade em números
• Marcelo Rocha Monteiro (MPRJ)
• Flávia Ferrer (MPRJ)
• Bruno Carpes (MPRS)
12h: Intervalo
13h45: Palestra Que país é este?
• Roberto Motta
15h30: Intervalo
15h45: Painel É possível vencer a insegurança?
• Coronel Eduardo de Oliveira Fernandes (PMSP)
• Leonardo Cuña (MPRJ)

 

3º Fórum Mais Segurança

Data: 4 de junho
Horário: das 8h30 às 17h
Local: Palácio do Ministério Público (Praça Marechal Deodoro, n° 110, Térreo, Centro Histórico, Porto Alegre/RS